Apesar de dificuldades projeto missionário avança no oeste da África

Imagem de nile por Pixabay

Por Gabriela Mendes Logomarca JMM


OESTE DA ÁFRICA – NOVEMBRO DE 2019

“Um pouco antes da festa da Páscoa, sabendo Jesus que havia chegado o tempo em que deixaria este mundo e iria para o Pai, tendo amado os seus que estavam no mundo, amou-os até o fim (…). Assim, levantou-se da mesa, tirou sua capa e colocou uma toalha em volta da cintura. Depois disso, derramou água numa bacia e começou a lavar os pés dos seus discípulos, enxugando-os com a toalha que estava em sua cintura”. (João 13.1; 4,5).

Querido(a) irmão(ã),

Essa passagem foi um dos destaques da programação das 72h de oração organizada pela União Feminina do país, que teve como tema “Levante-se e brilhe por meio do serviço”.

Durante 3 dias estivemos reunidas para intercessão, louvor, trabalhos sociais na área da saúde e reflexões sobre o desafio de brilhar para a glória do Senhor. Agradecemos a Ele por esses momentos de compartilhamento e aprendizado.

Tive também a oportunidade de estar na aldeia e foi um tempo proveitoso de conversas, reuniões e visitas.

Os auxiliares da Clínica de Nutrição An na Buru (Pão Nosso, na língua marka dafing) estão animados com os atendimentos da clínica e com o funcionamento da farmácia. Eles relataram que a procura por medicamentos tem sido boa e que eles conseguiram organizar melhor o estoque e a logística de compras na aldeia vizinha.

Encontramos certa dificuldade no atendimento de ferimentos, pois há machucados mais sérios que necessitam de sutura e antibióticos injetáveis e não temos estrutura para esse tipo de procedimento. Quando encaminhamos para o posto de saúde da aldeia vizinha, muitos acabam não indo porque os cuidados de saúde serão mais caros lá e insistem no tratamento em nossa clínica.

Gostamos muito de fazer curativos, pois além de aliviar o sofrimento físico nos permite estreitar mais os laços com o paciente, porque normalmente são necessárias várias trocas e, portanto, vários contatos. Porém, sabemos que o processo que realizamos de higienizar, usar antibióticos locais e orais e cobrir a ferida ajuda muito, mas em alguns casos não será suficiente.

Trabalhamos então com a proposta de realizar o primeiro atendimento e, se for um caso mais grave, nos colocamos à disposição para a troca posterior dos curativos. Mas o paciente precisa passar em consulta no posto de saúde e nos trazer a receita para saber o que já foi feito. Que o Senhor nos ajude a servir com excelência e a ser sábios em cada consulta e procedimento!

Nessa viagem também me desfiz da casa da aldeia e entreguei a chave ao proprietário. Como a data da partida se aproxima era algo que precisava ser feito, e louvo ao Pai por ter resolvido essa parte pesada.

Por falar em partida, a ida para o Brasil se aproxima. Embarco no dia 16/12! Estou em paz, feliz e grata por tudo que o Senhor me permitiu viver nesses anos, igualmente feliz e grata pela oportunidade de ter esse tempo de descanso, comunhão, mobilização e cuidados com a saúde no Brasil.

Também estou animada com os novos desafios que virão. Mesmo assim já sinto saudades, o coração fica dividido e sei que a mudança não será fácil. Peço seu apoio em orações pelas despedidas e finalização dos ciclos. Muito obrigada pelo suporte em intercessão e ofertas!

Que o Senhor, em sua riqueza e glória, supra cada uma de suas necessidades.

Seu comentário:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s